sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Poema lido na reunião sobre memória que aconteceu hoje.

Dá farinha podre enterrada nos caminhos das bandeiras ao Lajeado.

Do Antônio Eustáquio à Santo Antônio e São Sebastião

Do arraial a Vila

Do Capitão ao Colégio de Donna Abelha

Dos Conservadores e dos Liberais!

Dá Cidade às promessas que construiu Santa Rita

O Suspiro!

Com banda se faz política

Com Companhia se Faz Theatro

No semanário se faz O Popular

Dos Movimentos Literários, dos poetas, de Cândido de Cássias à Reis Junior.

Da intelectualidade de esquerda as tradições do congo e das folias de Reis.

Da vinda de Téofilo de Godói com o Zebu.

Quem é o Uberabense?

 
Por mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário