quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Workshop em Uberlândia - Rumos Artes Visuais




Uberlândia (MG) será a próxima cidade a receber, entre os dias 12 e 14 de setembro, o workshop gratuito Entre Percursos e Circuitos – Manobras da Arte, da edição 2011/2013 do programa Rumos Artes Visuais.


Dirigido aos profissionais da área, o minicurso será realizado no Museu Universitário de Arte (Muna). O evento colocará em debate os caminhos da arte contemporânea e tem como foco a exposição de temas emblemáticos do cenário artístico atual.

Com 60 vagas disponibilizadas, o workshop terá como palestrante o artista plástico e professor brasiliense Matias Monteiro. Os interessados devem se inscrever pelo e-mail secretaria@muna.ufu.br a partir do dia 29 de agosto.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Começa amanhã o Horário Eleitoral


A partir desta terça-feira (21) começa a exibição do Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral em todo o Brasil. Os candidatos terão a disposição uma hora por dia (divida em blocos de 30 minutos cada) para colocar suas ideias aos eleitores até o dia 4 de outubro, três dias antes das eleições.

Os horários para rádio e TV serão divididos entre os candidatos a vereador e prefeito das cidades de acordo com os dias da semana. As terças, quintas, e sábados serão para os candidatos a vereador. Nas segundas, quartas, e sextas o espaço é dos candidatos a prefeito.

O rodízio se repetirá tanto no rádio quanto na TV com horários diferenciados. Na TV, as inserções serão das 13h às 13h30, e das 20h30 às 21h, enquanto no rádio serão das 7h e as 7h30, e das 12h às 12h30.
O tempo varia de acordo com cada coligação. Cada legenda depende da representação (número de eleitos de 2008) na Câmara dos Deputados. 

Conforme a legislação eleitoral ainda, o bloco de 20 minutos da propaganda é destinado aos partidos com deputados eleitos enquanto o bloco de 10 minutos é dividido igualmente entre os candidatos.

Em Uberaba o horário eleitoral será transmitido pela BAND e  TV Universitária. A propaganda eleitoral  será aberta pela coligação “Juntos podemos mais” (PSB e PSDC) – chapa Antônio Lerin e Hélio Massa –, que terá três minutos seis segundos.

Na sequência vêm os candidatos Wagner do Nascimento Júnior e José Eurípedes Freitas, que disputam o pleito pelo PTC (partido não coligado). Eles terão 1m42s61c. A coligação “O povo quer, o que povo pode” (PSDB, PV, PDT, PRP, PHS, PTdoB, PTN e PTB) – chapa Fahim Sawan e Vânia Célia Ferreira – terá outros 6m38s4c e será a terceira na ordem de apresentação dos programas eleitorais, estando em quarto, a aliança “Uberaba merece mais”.

A coligação (PP, PCdoB, DEM, PSC, PMN, PR e PMDB) que sustenta os candidatos Paulo Piau e Almir Silva terá o maior tempo de rádio e TV para levar suas propostas: 10m35s95c. Depois vem a aliança ”Uberaba não pode parar” (PT, PSL, PRTB e PRB) – chapa Adelmo Carneiro Leão e Luciene Fachinelli -, com 5m56s21c. Edson Santana e seu vice Antônio Cirilo (ambos do PPS, partido que também não se coligou para o pleito) serão os últimos na ordem de apresentação, com 2m00s92c.

domingo, 19 de agosto de 2012

Giro 65 com Manuela d'Ávila


Jantar com Renato Rabelo (Presidente Nacional do PCdoB) e a senadora Ana Amélia Lemos (PP)

Manuela d'Ávila nasceu em Porto Alegre, em 18 de agosto de 1981, filha de Ana Lúcia e do engenheiro Alfredo d'Ávila, tem quatro irmãos: Luciana, Carolina, Mariana e Fernando.

Como sua mãe é juíza, durante a infância sua família se mudou inúmeras vezes, durante esse período Manuela viveu nas cidades de Estância Velha, São Lourenço do Sul, Pedro Osório e Rio Grande.

Formada em Jornalismo pela PUCRS, também estudou Ciências Sociais(embora não tenha terminado) na UFRGS. Manuela iniciou no movimento estudantil em 1999. No mesmo ano, filiou à União da Juventude Socialista (UJS) e em 2001, ao Partido Comunista do Brasil (o PC do B). De 2001 a 2003 integrou a direção nacional da UJS e a vice-presidência Sul da União Nacional dos Estudantes (UNE).

Foi eleita vereadora de Porto Alegre, em 2004, com 9.498 votos e tornou-se a vencedora mais jovem da história do município, aos vinte e três anos de idade.

Em 2006, como candidata a deputada federal pelo PCdoB do Rio Grande do Sul. Alcançou a vitória com 271.939 votos, sendo a candidata a deputado mais votada do estado nas eleições daquele ano e quebrando recordes de votação no Rio Grande do Sul.

Em 2009, foi eleita pelos internautas como a parlamentar que melhor representa a população no Congresso Nacional pelo site Congresso em Foco.

Nas eleições municipais de 2008, disputou sua primeira eleição majoritária como candidata à prefeitura de Porto Alegre pela coligação Porto Alegre é Mais (formada por PCdoB-PPS-PMN-PTN-PTdoB-PSB e PR), tendo como vice o deputado estadual Berfran Rosado, do PPS. Obteve 16% dos votos válidos.


Em 2010, Manuela se candidatou à reeleição para o cargo de deputada federal, sendo reeleita com 482.590 votos, sendo a mais votada no Rio Grande do Sul pela 2º vez, e uma das mais votadas no Brasil.

Em 2011, relatou o Estatuto da Juventude, legislação que garante direitos e deveres aos jovens Brasileiros. No estatuto foi incluído assuntos polêmicos, como a igualdade na orientação sexual. Também presidiu a Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Como presidente da comissão, Manuela pediu a saída do deputado Jair Bolsonaro da comissão, sendo apoiada pela ministra dos Direitos Humanos Maria do Rosário.

Foi apontada como uma das cem parlamentares mais influentes do congresso (cabeças do congresso) pelo DIAP. Também entre os melhores e mais promissores pelo Congresso em Foco, recebendo 33 votos de um conselho formado por jornalistas. Figurou entre os 30 mais influentes pela Veja e cem brasileiros mais influentes pela revista época.

Em 2012, Manuela oficializou sua candidatura a prefeitura de Porto Alegre em 23 de junho, Segundo as pesquisas seu principal concorrente será o atual prefeito José Fortunati. A coligação Juntos por Porto Alegre é composta por PSB, PSD, PSC e PHS.

Além dos partidos que formam a coligação de Manuela, o PP estava indecidido entre Manuela e Fortunati.  Em 11 de junho o partido decidiu apoiar Fortunati. No entanto alguns membros do partido apóiam Manuela, entre eles a senadora Ana Amélia Lemos, o deputado estadual Mano Changes e a também deputada estadual Silvana Covatti.

Outro partido que esteve indeciso foi o PT, que acabou lançando a candidatura de Adão Villaverde. O governador Tarso Genro demostrou leve apoio a Manuela, chamando-a de "excelente".

Quer saber sobre Manuela, clique aqui.

sábado, 18 de agosto de 2012

Giramos e atracamos em Foz do Iguaçu



Coligação: FOZ UNIDA E FORTE - Composição: PP / PDT / PT / PTB / PMDB / PTN / PR / PPS / PHS / PPL / PSD / PC do B

O "Giro 65" apresenta hoje aos leitores Francisco Lacerda Brasileiro, ou Chico Brasileiro, como ele mesmo prefere ser chamado, dentista por formação, nasceu em Piancó uma pequena cidade da Paraíba. Chegou a Foz do Iguaçu em 1990, e no ano seguinte foi aprovado em concurso público para trabalhar como dentista na prefeitura. É casado com Rosa Maria Jerônimo Lima, e tem dois filhos, Caio e João Guilherme.

Chico Brasileiro foi um dos fundadores do PC do B em Foz do Iguaçu, e de lá para cá já são 30 anos no partido, o único de sua vida. Mas o desejo em defender quem mais precisa, sempre de maneira ética e honesta, é algo ainda mais antigo.

Chico já participou da Pastoral da Juventude, ajudou a criar o Centro Acadêmico de Odontologia na Universidade Estadual da Paraíba, onde mais tarde foi presidente do DCE (Diretório Central dos Estudantes).

Em 2000 Chico Brasileiro foi eleito vereador e reeleito para mandato até 2008. Firme na desfesa dos interesses da comunidade, sempre seguiu a consciência em suas decisões na Câmara Municipal. Pediu para não receber os jetons, um dinheiro extra que vereadores recebiam naquela época pela presença em sessões extraordinárias. Foi o único não aceitar.

Em 2004 participou do histórico movimento da Frentona que graças a decisão do povo mudou os rumos da cidade. No ano seguinte aceitou um convite do prefeito Paulo Mac Donald para assumir a Secretaria da Saúde. Um grande desafio, pois o sistema estava desmantelado.

A preocupação em garantir um atendimento digno no SUS ajudou Chico Brasileiro a conseguir importantes vitórias a favor do povo. Houve uma transformação na saúde pública e a população passou a receber cuidados antes de ficar doente. É a prevenção no lugar do modelo curativo.

Brasileiro sempre contou com o apoio do Governo Lula e agora da Presidenta Dilma. Foi assim para implantação do PSF (Programa Saúde da Família), a instalação da UPA
24 Horas João Samek e a estruturação do Hospital Municipal Padre Germano Lauck.

Em 2008, Chico Brasileiro foi eleito vice-prefeito de Foz, assumindo a prefeitura por diversas vezes. Nessas oportunidades garantiu verbas do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci).

Quer saber mais sobre ele?

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Para fechar o dia em homenagem a Uberaba, que merece mais!

"Lavo a alma
Lavo a alma bem lavada...

 Quero a alma
Quero a alma renovada
Lavo a alma...

...Alma lavada, alma lavada
Dessa vida não se leva nada
Dessa vida não se leva nada

Lavo a alma
Lavo a alma bem lavada..."

Titãs!

O "Giro 65" chega em Floripa


Angela Albino Coligação: Avança Florianópolis - Composição da coligação: PRB / PT / PR / PRP / PC do B / PT do B
Florianopolitana, mãe de dois filhos, é deputada estadual, bacharel em Direito, Técnica em Enfermagem e servidora pública da Justiça do Trabalho há 22 anos. Foi diretora do Sindicato dos Trabalhadores no Poder Judiciário e da Federação Nacional dos Trabalhadores no Judiciário Federal, além de integrar a UBM – União Brasileira de Mulheres. Atualmente é membro da Direção Nacional do PCdoB.
Em 2004, Angela foi a única mulher eleita à Câmara de Vereadores de Florianópolis e fez história sendo a sétima mulher a ocupar este cargo no município. Como vereadora, imprimiu sua marca, conduzindo o mandato de forma combativa.
Foi candidata a deputada estadual em 2006, quando então somou 22 mil votos, ficando na primeira suplência da coligação. Sua destacada atuação no parlamento municipal a levou à disputa da Prefeitura de Florianópolis, quando obteve cerca de 30 mil votos.
Assumiu mandato na Assembleia Legislativa em 2009 e 2010, onde se destacou pela defesa dos trabalhadores e trabalhadoras, servidores públicos, das mulheres, da juventude, da população negra e da diversidade.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Atritos eleitorais em Uberaba (MG) vão além do que se vê


A terra da Princesa do Sertão ocupou nos últimos dias as pautas do noticiário nacional, envolvendo o Prefeito Anderson Adauto. E não me refiro, apesar de óbvio, ao julgamento do STF.  Ontem o prefeito chamou uma coletiva local para anunciar sua saída do PMDB, motivado pela perda política em fazer a sucessão ao seu modo, e distante dos interesses nacionais do seu então partido.

O que virou sensação em coluna de sites e blogs, de diversos veículos nacionais.

Mas, a questão é que sua desfiliação do PMDB e possível ida para o PT, apesar dá imprensa nacional colocar como questão fechada, o próprio prefeito optou por ficar sem partido. Entrará de “cabeça” na campanha petista local, mas espera uma autocrítica do PMDB nacional.

Lembro-me das lições de Marcos Coimbra, cientista político e diretor do Vox Populi , diante do momento eleitoral atípico que estamos vivendo em Uberaba.

Enquanto algumas lideranças só têm olhos para os recentes atritos locais, as eleições municipais avançam, tensionando toda a estrutura partidária nacional.

Isso acontece por diversas razões. A mais importante é que a escolha de prefeitos e vereadores tem consequências diretas nas eleições para o Legislativo Federal. Já se foi o tempo em que bancadas estritamente “localistas” dominavam o Congresso.

Ter um deputado a mais pode garantir a Presidência da Câmara ou de comissões importantes. A mesma coisa no Senado. Na base governista, pode significar um (ou mais de um) ministério. Por esses motivos, é natural que as relações entre os partidos e lideranças fiquem tensas na véspera de eleições municipais. O que está em jogo é o futuro da maioria dos parlamentares e o poder na legislatura seguinte.

Por motivos óbvios, essas tensões não se manifestam apenas entre os partidos que formam a base do governo. Na oposição são iguais, e entre lideranças também.

Apesar da discussão de uma crise entre a base do governo federal em Uberaba, que estaria “rachada”, fenômenos parecidos ocorrem em outras cidades e também nas relações do PSDB com seus irmãos, o DEM e o PPS. Para não falar na briga do PSD com os tucanos em Belo Horizonte e outras cidades. E o nós, do PCdoB com PT, aqui em Uberaba, em Porto Alegre e outras tantas.

O DEM é o mais sofrido desta relação. Embora tenha candidatos bem colocados nas pesquisas em cidades importantes, como Fortaleza e Recife, os tucanos resolveram lançar candidatos próprios, reduzindo-lhes as possibilidades. No Rio, fizeram a mesma coisa, enfraquecendo os dois partidos. Está tão magoado que anda pensando em uma fusão com o PMDB.

Em suma: quando chegam as eleições municipais, é “cada um por si e Deus por todos!” E. Quando terminam as eleições, com os ânimos serenados, tudo volta ao normal.

E será assim mesmo, dependendo do resultado eleitoral macro, tudo voltará às boas entre o Anderson Adauto e o PMDB.  Caso o resultado eleitoral seja outro, para além do PMDB, aí sim, poderemos vê-lo assinando à ficha de filiação ao PT. Mas, independente do  resultado em 07 de outubro, as relações partidárias se estabilizaram para o bem da nação!

Moral da história: a celeuma eleitoral em Uberaba e para além do que se vê!

Giro 65 em Minas Gerais

Dos 21 candidatos a prefeitos, aptos do PCdoB em Minas Gerais, o "Giro 65" traz três candidatos de grande referência política em seus municípios.

Ana Lucia de Assis - Conselheiro Lafaieti
Coligação: LAFAIETE MAIS BONITA
Composição da coligação: PC do B / PSDC / PRP


Criada no Bairro São João da cidade de Conselheiro Lafaiete, Ana Lucia tem vasta experiência administrativa, uma vez que comandou a Guarda Municipal, Procon e foi assessora direta da Procuradoria Municipal no governo do PC do B/PT/PPS/PSB. ANA LÚCIA, afirmou que pretende de imediato, apresentar uma proposta à população especialmente, a feminina, de discutir um programa de governo para a campanha eleitoral, de valorização da Mulher, descentralização do poder, um plano emergencial de obras públicas.
Também falou da ótima relação com a Presidente DILMA, a qual foi uma das coordenadoras regionais de campanha e com certeza será uma voz ativa da Cidade, junto ao governo estadual e federal.
 O PCdoB em Lafaite, já disputou três eleições conjuntamente com o PT, porém, conforme afirma a candidata o partido está maduro e experiente para governar a Cidade.  Ana pretende transformar Lafaiete em uma Cidade Mais Bonita e melhor para se viver.

 Carlin Moura - Contagem 
Coligação: NOSSA CONTAGEM




Nasceu na pequena cidade de Virgolândia, no Vale do Rio Doce. É o penúltimo de uma família de 13 filhos. Foi para Contagem quando ainda era criança e a escolheu como sua cidade do coração. Mora no bairro Amazonas até hoje. Carlin é advogado formado pela UFMG e jornalista formado pela PUC. Como advogado, trabalhou em vários sindicatos, como o dos Metalúrgicos de Betim e região, sempre defendendo os interesses dos trabalhadores. Atualmente, é reconhecido como um dos deputados mais atuantes de Minas.
Carlin começou sua militância nos movimentos de base da igreja, participou do movimento estudantil, trabalhista e sindical. Em 2004, foi eleito vereador de Contagem. Trabalhou junto à população, ouvindo as demandas e cuidando das pessoas.
Como deputado, Carlin trabalha dia e noite para o crescimento econômico de Minas e de Contagem. Como Prefeito, fará o município voltar a se desenvolver e ter mais justiça social, onde nossos filhos sejam respeitados e valorizados, com mais oportunidades e a garantia dos serviços públicos essenciais. Carlin Moura tem novas prioridades para Contagem

  
Celinho do Sinttrocel - Coronel Fabriciano 
Coligação:FABRICIANO QUER MAIS
Composição da coligação: PP / PTB / PMDB / PSL / PTN / PSC / PR / PPS / DEM / PRTB / PSB / PV / PSDB / PSD / PC do B / PT do B / PDT


José Célio Alvarenga, o Celinho do Sinttrocel, tem 50 anos, é o quinto de uma família de 14 irmãos. Nasceu e se criou no Vale do Aço. É casado com Carmem Lúcia e pai de três filhos: Lorena, Karla Márcia e José Lucílio, pai de sua neta Clara.
Desde muito cedo começou a trabalhar. Aos 7 anos vendia picolés e cestos de verduras para ajudar na renda da família. Já com 14 anos, ingressou como mensageiro na Cia. Acesita onde trabalhou no setor de transportes da empresa, conhecendo o valor da carteira assinada. Em 1984 começou sua história na militância sindical, como assessor da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Vale do Aço - Sinttrocel. 
Em 1994 foi eleito Presidente do Sinttrocel onde permaneceu por quatro mandatos, até ser eleito Deputado Estadual, quando se licenciou do cargo para atuar no mandato parlamentar.
O Sinttrocel é um dos sindicatos mais atuantes do Vale do Aço, historicamente uma região onde o sindicalismo é combativo e forte. O Sinttrocel é referência na luta sindical e também no apoio às demandas públicas, sendo uma importante sustentação no atendimento de saúde pública, graças ao empenho e à administração do deputado Celinho.
Sua trajetória sindical não parou por aí. Celinho é também  Secretário Geral da Federação dos Rodoviários de Minas Gerais (Fettrominas), Diretor da Confederação dos Trabalhadores em Transportes Terrestres (CNTTT), da Associação Gestora dos Benefícios Sociais dos Rodoviários e da Nova Central Sindical.
.Sua trajetória na política começou em 2004, quando foi candidato a vereador em Coronel Fabriciano e teve 1734 votos, uma votação expressiva que lhe garantiu participação direta na política da cidade. Não foi eleito devido à legenda partidária, pois não atingiu o coeficiente eleitoral exigido. Já em 2006 candidatou-se  a deputado estadual e conquistou cerca de 30 mil votos, ficando na suplência. Em 2008 foi candidato a prefeito de Coronel Fabriciano conquistando mais de 30% dos votos, cerca de 20 mil, e ficando como segundo colocado.
Em 2010, Celinho, foi novamente candidato a deputado estadual com o apoio dos movimentos sindicais, comunitários e das cidades do Vale do Aço, conquistando uma cadeira na Assembléia com 45.373 votos.


quarta-feira, 15 de agosto de 2012

O que temos para hoje


O "Giro 65" chegou em Minas Gerais e apresentará três candidatos de grande influência política em suas cidades, amanhã todos os detalhes sobre; Ana Lucia de Assis, Carlin Moura e Celinho do Sinttrocel.

Ainda não oficial, mas o comentário é geral. O registro da candidatura de Paulo Piau (Uberaba-MG) foi aceito, com isso o Prefeito Anderson Adauto anuncia sua saída do PMDB e filiação ao PT. Amanhã nossa opinião irá circular na Princesa do Sertão.

Por hoje deixo umas Mensagens que catei na rede:

"O homem é dono do que cala e escravo do que fala. "Quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo." Freud (Excelente!)

"Quem faz intrigas sobre a vida alheia quer ter algo de sua autoria, uma obra que se alastre e cresça, que se torne pública e que seja muito comentada. Algo que lhe dê continuidade. É por isso que fofocar é uma tentação. Porque nos dá, por poucos minutos, a sensação de ser portador de uma informação valiosa que está sendo gentilmente dividida com os outros. Na verdade, está-se exercitando uma pequena maldade, não prevista no Código Penal. Fofocas podem provocar lesões emocionais. Por mais inocente ou absurda, sempre deixa um rastro de desconfiança. Onde há fumaça há fogo, acreditam todos, o que transforma toda fofoca numa verdade em potencial. Não há fofoca que compense. Se for mesmo verdade, é uma bala perdida. Se for mentira, é um tiro pelas costas." (autoria desconhecida)

"Fofocas são apenas palavras pequenas vindas de mentes pequenas." do, Elvis (rs!)

Bom feriado para quem está em Uberaba! 
Até amanhã.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Giro 65 em Caxias do Sul

Vamos conhecer o candidato a prefeito de Caixas Sul (RS), Assis de Melo, um comunista metalúrgico com amplo apoio da Juventude  


Gaúcho, nascido em 1962 na então localidade de Monte Alegre dos Campos, denominado 8º Distrito de Vacaria, casado com Auzilia, tem dois filhos – Uelton de17 anos e Kauana de 11.

A entrada de Assis na política teve início no chão da fábrica. O comunista metalúrgico, funcionário da Marcopolo, logo se tornou sindicalista e, pouco tempo depois, assumiu a presidência de uma das mais importantes entidades de sua categoria no país, o Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região, que representa cerca de 50 mil trabalhadores. Assis preside a entidade classista há três mandatos.

Profissional soldador-montador formou-se no ensino médio aos 43 anos. Aos 45, em 2008, foi eleito o vereador mais votado da história de Caxias do Sul pelo PCdoB, com 8.399 votos. Na eleição deste ano, tornou-se deputado federal, com 47.141

Parlamentar nasceu em família numerosa

Assis Melo nasceu em uma família de 10 irmãos em Monte Alegre dos Campos, sendo cinco homens e cinco mulheres. O parlamentar é o caçula dos homens e o único que enveredou para a política partidária, assegurando mandatos de vereador e agora de deputado federal eleito. Entretanto, uma de suas irmãs, Eremi, também é militante do movimento sindical, sendo filiada ao PCdoB.


Sentimento de justiça social desperta a consciência para ir à luta

Do interior de Vacaria, Assis foi à luta muito cedo e resolveu apostar a sorte em uma cidade maior, com mais oportunidades de emprego. O parlamentar chegou a Caxias no ano de 1978 e foi morar no Burgo, hoje bairro Jardelino Ramos. Em seguida, mudou-se para o bairro Cristo Redentor e, no início de 1980, passou a residir no bairro Fátima, onde reside até hoje.

Ao chegar em Caxias, em 1978, trabalhou na Madezatti. Depois, na Fras-le. Em 1985, momento de grandes movimentos grevistas, Assis, mesmo jovem, participou ativamente das paralisações e foi membro da Comissão de Negociação, tendo despertada a consciência para a necessidade da união de classe como garantia para os direitos dos trabalhadores.

Mais tarde, na Robertshow, atualmente Invensys, Assis liderou o movimento pela mudança do horário de trabalho.

Em 1986, foi admitido na Marcopolo, da qual é funcionário até os tempos atuais. Lá, liderou as grandes greves de 1989 e 1990 e foi o criador do Boletim Informativo dos funcionários, intitulado o "Tocha".

Em 1987, já tido como um líder entre os trabalhadores, passou a atuar na direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região. Foi vice-presidente em duas gestões e, em 2001, assumiu a presidência.

A atuação partidária começou em 1985, quando Assis filiou-se ao PCdoB. Hoje, faz parte da direção nacional do partido.

O esporte também faz parte das paixões de Assis de Melo, que já jogou basquete na equipe da Marcopolo. No bairro Fátima, Assis foi atleta e hoje é treinador do time do Hawaí, que já foi campeão do Campeonato Municipal na categoria time principal.




Giro 65 no Rio de Janeiro

Hoje, o Giro 65,  apresenta Jonas Marins de Barra Mansa (RJ)

Coligação - MUDAR PRA SER FELIZ! Composição - PRB / PDT / PR / DEM / PV / PPL / PC do B

O candidato a prefeito de Barra Mansa, pela coligação Mudar pra ser feliz!, Jonastonian Marins Aguiar é filho de Athaíde de Souza Aguiar e Vera Regina Marins de Aguiar, tem 41 anos, casado, pai de uma filha de 17 anos, formado em Direito. Jonas Marins, como é conhecido, tem como hábitos a leitura e música, além de praticar caminhada e gostar de esportes de um modo geral, principalmente futebol.

Jonas Marins é funcionário público municipal e sempre esteve filiado no PCdoB, sigla pela qual disputou as eleições de 2010 como Deputado Federal, sendo o mais votado da cidade com mais de 22 mil votos.

Jonas Marins se define como um socialista convicto, pois acredita que o Socialismo é um o melhor caminho para se eliminar as diferenças entre as classes sociais e planificar a economia para obter uma distribuição racional e justa dos recursos sociais.

Com relação a Barra Mansa, Jonas Marins aponta como maiores problemas a falta de emprego e a Saúde, além é claro da falta de lazer, uma Educação de Qualidade, ou seja, falta de investimento no ser humano. Segundo Jonas Marins, o barramansense está triste, não com sua cidade, mas, sim com os governantes que a administraram nos últimos 16 anos.

Como meta de governo, Jonas Marins pretende fazer exatamente o contrário do que o atual prefeito faz, principalmente no modo de se relacionar com a população.

Com relação à Lei da Ficha Limpa, Jonas Marins é favorável de que quem tem processos na Justiça, em qualquer instância, fique impedido de participar de eleições.

Como recado para os eleitores, Jonas Marins deixa o slogan de sua campanha: Mudar para ser feliz!

Acompanhe sua pagina do Facebook: https://www.facebook.com/jonas.marins




domingo, 12 de agosto de 2012

GIRO 65


Dos 221 candidatos à prefeito pelo PCdoB, iremos acompanhar 16, sendo: 07 capitais e 11 municípios de expressão econômica na federação.  Hoje apresentamos coligações e durante semana postaremos aqui o perfil de cada candidato. Ao longo dos meses de agosto e setembro, acompanharemos o andamento das campanhas em cada cidade.

 BARRA MANSA (RJ): JONAS MARINS AGUIAR
Coligação - MUDAR PRA SER FELIZ!
Composição da coligação PRB / PDT / PR / DEM / PV / PPL / PC do B


                        
BELFORD ROXO (RJ): ADENILDO BRAULINODOS SANTOS

Coligação: SEMPRE BELFORD ROXO
Composição da coligação: PP / PDT / PTB / PMDB / PTN / PHS / PTC / PPL / PC do B


CAXIAS DO SUL (RS): ASSIS FLAVIO DA SILVA MELO (Assis Melo)
Coligação: UNIDADE E AÇÃO POR CAXIAS
Composição da coligação: PPS / PC do B












CONSELHEIRO LAFAIETE (MG): ANA LUCIA DE ASSIS
Coligação: LAFAIETE MAIS BONITA
Composição da coligação: PC do B / PSDC / PRP













CONTAGEM (MG): CARLOS MAGNO DE MOURA SOARES (Carlin Moura)
Coligação: NOSSA CONTAGEM
Composição da coligação: PDT / PMDB / PTC / PSD / PC do B / PT do B





CORONEL FABRICIANO (MG): JOSE CELIO DE ALVARENGA (Celinho do SINTTROCEL

Coligação:FABRICIANO QUER MAIS
Composição da coligação: PP / PTB / PMDB / PSL / PTN / PSC / PR / PPS / DEM / PRTB / PSB / PV / PSDB / PSD / PC do B / PT do B / PDT
















FLORIANÓPOLIS (SC): ANGELA ALBINO
Coligação: AVANÇA FLORIANÓPOLIS
Composição da coligação: PRB / PT / PR / PRP / PC do B / PT do B


FORTALEZA (CE): INÁCIO ARRUDA
 Partido não coligado

FOZ DO IGUAÇU -FRANCISCO LACERDA BRASILEIRO (Chico Brasileiro)
Coligação: FOZ UNIDA E FORTE
Composição: PP / PDT / PT / PTB / PMDB / PTN / PR / PPS / PHS / PPL / PSD / PC do B




GOIÂNIA (GO): MARIA ISAURA LEMOS
Coligação:Partido não coligado











JUNDIAÍ (SP): PEDRO ANTONIO BIGARDI
Coligação: Jundiaí para todos
Composição da coligação: PT / PSL / PPL / PSD / PC do B





MACAPÁ (AP): EVANDRO COSTA MILHOMEN
Coligação: A MACAPÁ QUE QUEREMOS
Composição da coligação: PRB / PC do B
















MANAUS (AM): VANESSA GRAZZIOTIN

Coligação: MELHOR PRA MANAUS
Composição da coligação: PP / PT / PMDB / PSL / PTN / PV / PSD /PC do B


NOVA IGUAÇU (RJ): WAGNER DIAS BASTOS (WAGUINHO)
Partido não coligado











OLINDA (PE): RENILDO VASCONCELOS CALHEIROS
Coligação: Olinda Frente Popular
Composição da coligação:PRB / PP / PDT / PT / PTB / PTN / PR / PRTB / PHS / PSB / PV / PSDB / PPL / PSD / PC do B / PT do B / PSDC / PPS / PMN / PTC / PRP

















PORTO ALEGRE (RS): MANUELA PINTO VIEIRA D AVILA
Coligação: Juntos por Porto Alegre (PSC, PHS, PSB, PSD, PC do B)
Composição da coligação:PSC / PHS / PSB / PSD / PC do B


Filosofia Fifi de trabalho

Trabalhem com alegria, leveza e paixão. Uns minutos de risadas e bobagens ditas no meio do expediente pode elevar a produtividade e aguçar a criatividade. Boas ideias acontecem de momentos espontâneos, boas parcerias surgem a
 partir de identificações.

Cara feia pra Fifi é fome, e nem de longe é certificado ou competência. Diminuir o trabalho do outro no lugar de ajudar a construir não vai fazer de ti alguém com mais talento. Mau Humor só atrapalha e vaidade/ego em demasia, com honestidade, mais parecem defesa de gente insegura e vacilante.

Um lindo domingo de pais para todos. E na segunda-feira; quando voltarem ao batente, trabalhem com mais amor ;)

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Para Hoje e Para Todos


Hoje, durante todo o dia, lembre- me da música que é um hino em minha vida. Foi  o tema da chapa da UJS que ganhamos à UEE-MG, e me elegeu para a entidade em 2000: "Bola de Meia, Bola de Gute".
“Não posso, não devo, não quero viver como toda essa gente insiste em viver e não posso aceitar sossegada qualquer sacanagem ser coisa normal...”
E não vou mesmo!
Dá mesma forma que cheguei, volto! E dá mesma forma que construí, reconstruo para melhor.
“Há um passado no meu presente... Que eu acredito, que não deixarão de existir, amizade, palavra, respeito, caráter, bondade, alegria e amor

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Modelos são profissionais de respeito


Em homenagem à Uberaba que acaba de ganhar o Miss Minas Gerais, com a Thiessa Sickert, quero compartilhar parte da minha história de vida. Dos meus 10 aos 14 anos, foi Modelo/manequim de agência profissional!

Na época morria de vergonha dos meus amigos da UJS (União da Juventude Socialista), ficarem sabendo e me discriminarem, a profissão era associada às mulheres de pouca inteligência. Uma besteira minha! Tenho certeza que nossa turma não tinha disso.

Mas tá ai, uma foto do último desfile antes de entrar de vez na política. Estava usando o vestido da Miss Grécia, que nesse período, sua economia ia muito bem.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Cinema debate direitos humanos na América do Sul


Produções cinematográficas que abordam a temática dos Direitos Humanos serão selecionadas para participar da 7ª Mostra Cinema eDireitos Humanos na América do Sul. O evento, que celebra o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos (1948),  apresentará filmes sul-americanos que abordam as discussões atuais sobre o tema no continente.

A mostra itinerante será realizada de outubro a dezembro de 2012, em diversas capitais brasileiras e no Distrito Federal. Os filmes mais votados pelo público durante o período de exibição serão contemplados com exibições na TV Brasil.

A 7ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul é uma realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, com produção da Cinemateca Brasileira / Ministério da Cultura e patrocínio da Petrobras.

Oscar Niemeyer é homenageado com revista em 3D


O trabalho de Oscar Niemeyer, 104, está sendo homenageado em um livro com os trabalhos mais marcantes do arquiteto brasileiro. A publicação traz uma série de fotos em 3D como a do projeto do edifício Copan, do parque do Ibirapuera, ambos em São Paulo, e do Palácio do Planalto, em Brasília.

As fotografias serão vendidas juntamente com o livro "Visionaire 62 RIO", com lançamento previsto para setembro, mês em que será realizada a Bienal de Arte de São Paulo.

A edição é limitada a 200 unidades, e os interessados podem participar da pré-venda no site da revista, da editora Vsionaire.

Fonte: Vermelho

Tulipa Ruiz disponibiliza novo disco na internet


A jovem cantora paulistana Tulipa Ruiz disponibilizou gratuitamente em sua página na internet seu novo álbum "Tudo Tanto". Este é o segundo CD da artista que é revelação da música brasileira e vem colecionando prêmios desde que surgiu na cena cultural.

"Tudo Tanto" tem 11 músicas e foi produzido por Gustavo Ruiz Chagas, irmão da cantora, com quem ela já trabalhou no primeiro álbum. .Seu trabalho de estreia, "Efêmera", foi lançado em 2010.

Baixe o novo disco de Tulipa Tudo Tanto.

Artesanato Sustentável: Bordados Poéticos


segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Lição olímpica: Brasil tem que desenvolver o esporte nas escolas


Pesquisa revela que 30% das escolas públicas brasileiras não têm nem um espaço adequado para as aulas de educação física

Com a aproximação da Copa do Mundo, em 2014, e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, em 2016, muito tem se falado sobre o que essas obras deixarão para as cidades em termos de infraestrutura e mobilidade urbana. Mas, para além da discussão do investimento físico feito nos locais, qual será o legado social desses eventos para a população brasileira?

Em ano de eleições municipais, organizações sem fins lucrativos têm se mobilizado para que essa questão seja colocada no centro do debate eleitoral. Nesse sentido, a ONG Atletas pela Cidadania, o Instituto Ethos, a Rede Nossa São Paulo e a Rede Brasileira de Cidades Sustentáveis, em parceria com a Fundação Avina e apoio da Cidade Escola Aprendiz têm organizado encontros com os candidatos à prefeitura em cada uma das 12 cidades-sede da Copa.

A instituição propõe que os candidatos assinem o Termo de Compromisso Cidades do Esporte, que visa ao desenvolvimento de uma cultura esportiva e à garantia do acesso ao esporte de qualidade. Para isso, deve-se dobrar a prática esportiva dos moradores das cidades-sedes, até 2016, e da população em geral, até 2022; ter 80% das escolas públicas das cidades-sede com aulas qualificadas de educação física, e em 100% do país, até 2022; além da criação de um Sistema Nacional do Esporte.

Esporte educacional nas escolas

Quando o assunto é esporte nas escolas brasileiras, existem problemas não só de infraestrutura, mas também de qualidade do ensino. Uma pesquisa realizada pelo Ibope (Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística), em novembro de 2011, em escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio do Brasil revela que 30% desses estabelecimentos não oferecem um espaço qualquer para a prática de educação física – não necessariamente uma quadra. Além disso, 13% não têm bola de futebol e 56% não têm um vestiário adequado.

Apesar da maioria dos professores entenderem a importância da prática esportiva no desenvolvimento dos alunos, 21% afirmam que a educação física não é tratada com a mesma importância de outras disciplinas.

Fonte: Portal Aprendiz.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Cachaça vira patrimônio histórico e cultural


Segundo Camila Lamha, do portal da Secretaria de Cultura do Estado do Rio, a menos de um mês para o tradicional Festival da Cachaça, o balneário fluminense festeja um título de dar água na boca e arder a garganta: a pinga de Paraty se tornou Patrimônio Histórico Cultural do Estado por meio de uma lei sancionada pelo governador Sérgio Cabral há menos de 15 dias.

Com sete alambiques em funcionamento, Paraty tem a característica de fabricação artesanal do destilado, atendendo basicamente ao mercado local – por ano, são engarrafados 400 mil litros de cachaça da região, a maior produtora do estado. Agora, com a nova designação, os produtores da cidade esperam expandir o mercado e conquistar, inclusive, outros países. Com status de produto genuinamente nacional, o líquido vem conquistando, cada vez mais, a reputação de bebida requintada – foi-se o tempo em que a cachaça era sinônimo de coisa barata.