quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

BID promove seminário para debater o papel da cultura e do desenvolvimento para o avanço da equidade e inclusão racial

Conferência será realizada na sede do Banco em Washington, hoje.
O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vai promover um seminário para debater o papel da cultura e do desenvolvimento para o avanço da equidade e da inclusão racial, hoje 10 de dezembro, aniversário de 60 anos da Declaração dos Direitos Humanos, em sua sede em Washington.
Em outubro passado, um encontro de ministros da Cultura da América Latina e Caribe, realizado na cidade de Cartagena das Índias, na Colômbia, revelou a necessidade de se aprimorar formas de exploração da cultura africana nas Américas. Reconhecendo a urgência de se produzir e disseminar conhecimento sobre o tema pelo BID e por seus aliados e acionistas, o seminário terá como foco a cultura como meio de se alcançar inclusão social e econômica das populações afro-descendentes na América Latina e no Caribe.
A ministra da Cultura da Colômbia fará a palestra de abertura do seminário. Entre os outros palestrantes, o Embaixador Larry Palmer, Presidente da Fundação Interamericana e o Embaixador Albert Ramdin, assistente do Secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA).
Também estão convidados comunicadores, como o apresentador da ABC7 Maureen Bunyan, Manuel Roig-Franzia, do Washington Post, Michel Martin, da Rádio Pública Nacional dos Estados Unidos, Maria Teresa Velasco, da Discovery Networks América Latina/ US Hispânico, assim como especialistas e pesquisadores da Comunicação da Universidade Georgetown, da canadense Fundação das Américas e do Banco Mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário