quinta-feira, 24 de maio de 2012

As eleições em Uberaba reforçam a necessidade da Reforma Política

A cada rodada de conversa sobre as eleições na cidade de Uberaba, vivencio cada vez mais, a necessidade da Reforma Política. 

Se o sistema eleitoral fosse o da lista preordenada, simplificaria a tarefa do eleitor em compreender as propostas políticas e o seu controle posterior, da ação dos representantes da legenda em que votou. 

A lista preordenada seria uma lista transparente por excelência. Ao contrário da atual lista pós-ordenada pelo eleitor, na preordenada seria fácil saber quais serão os prováveis eleitos.

Na lista atual, o eleitor pode escolher em quem votar, mas geralmente, não elege o que escolheu. A preordenada também é vantajosa ao eliminar a enorme quantidade de campanhas eleitorais individuais em busca de uma boa colocação na lista, mantendo é claro, às coligações.

Por fim, a opção da lista preordenada é a que melhor se adéqua ao financiamento público e exclusivo de campanha. Ao eliminar o financiamento privado, também estaremos eliminando a maior fonte de corrupção nas eleições e no exercício de cargos públicos.

Se a reforma política, nessa perspectiva estivesse aprovada, daria mais e melhores opções de escolha e de controle aos eleitores sobre seus representantes. E o processo eleitoral fluiria entorno dos Projetos/Programas e não dos indivíduos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário