terça-feira, 8 de maio de 2012

Análise política do blog concretizada hoje

Quando escrevei um artigo, dizendo que a posição do Prefeito Anderson Adauto o encurralava nas eleições de 2012, tratava-se de uma analise política, histórica e propositiva, no sentido de somar forças para que não acontecesse o fato anunciado hoje, no Jornal de Uberaba.

 Dos 10 partidos da base aliada (PMDB/ PC do B / PSL / PRP / PT / PR / PSC / PSB / PDT / PMN), com esse anúncio da oposição e do Deputado Aelton Freitas (PR), o governo municipal perdeu definitivamente quatro partidos (PR/ PSB / PDT / PMN). Que  já tinha “perdido” o PT como publicado, com o lançamento da candidatura própria do Deputado Estadual, Adelmo Carneiro Leão.

E em seu próprio partido (PMDB), Adauto enfrenta uma intervenção estadual para sanar a celeuma entorno da candidatura de Rodrigo Mateus e Paulo Piau. Ficando  apenas ao seu lado, parte do PMDB (local), PSL e o PRP.  Já que  PCdoB, mantém sua independência de negociação como dito nesse blog.

Concretizada hoje a análise publicada em janeiro, estou aqui para citar apenas uma frase: “Os homens fazem a sua própria história, mas não o fazem como querem...” E se errou é porque a ação estava focada no indivíduo. Sem eco, não há vitórias!  Quem afinal trouxe o passado de volta, é aquelas que escolheram por ficar sem às vozes do coletivo. “...A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos...” Sempre do bom e velho Marx!




Um comentário:

  1. Nada de novo no cenário de uma política que se constrói em torno de personalidades individuais em detrimento de um projeto político consistente!
    É a velha tradição mineira e, infelizmente, brasisleira com o trato da coisa pública.

    ResponderExcluir