quarta-feira, 2 de junho de 2010

Poema de presente

Poema ganhando ou forçado é melhor que poema feito ou desfeito engavetado:

"Preguiça
olha que muquiça
eu deitado, cansado de olho quase fechado
de repente uma luz
não
não era jesus
era um brilho no olho
e sorriso doce
estáticos todos eles
fotografia velha
a modelo me queima como vela
de sete dias?
não
de sete noites
mas enfim:
ela manda e eu obedeço
escrevi os versos
agora só quero o meu berço
sono demais
macunaíma obrigado pelo:
ai que preguiiiiiiiiiiiiiça!"

Nenhum comentário:

Postar um comentário