quarta-feira, 2 de junho de 2010

Acertei ou errei?

Nem bem começou a vida
E necessita em sangue e alma
De anéis que o prendam

Pede respeito à dupla parterna-maternidade
Mas não compreende a modernidade
Acusa o trabalho e a intelectualidade
Pela ausência pátria

Quando será que saberei?
Acertei ou errei?

Nenhum comentário:

Postar um comentário