terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Tudo de uma vez no fim

Ausência tranquila na saudade, presença com aflição, reunião de novidades iguais, seminário na chuva, cerveja com amigos, papos desestabilizam anseios, ligações que dizem inteiro, metade que não saceia, cachoeira com adeus, sol com ardência, ponte que desliga, espera que não liga, mensagem não resolve, não entende, não sensibiliza, só materializa a ironia, o sentimento vira angustia, vida aprisionada nas cifras. Se passar por este exame no final, passo por montanhas e vales do mar de Mariana. Sempre!

Nenhum comentário:

Postar um comentário