quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Retrospectiva dos últimos cinco dezembros do Blog

Ao final de 2008 estava mudando de emprego e refletindo muito, inclusive sobre filhos ,afirmei que queria mais!!! Em 2012, tenho certeza que não quero mais filhos! Mas o legal nessa postagem é o olhar do fim de um ciclo, e o começo de outro: Lançamento do livro “Meu bairro tem história, eu tenho futuro”

O dezembro de 2009 estava apaixonada! Mas quero dividir parte de uma passagem reflexiva, sobre a conduta humana que fiz em meio aos sentimentos ainda não decifrados, que gosto muito (logo abaixo). E  os links da difícil e sofrida arte de amar - de dar algumas boas risada hoje em dia: Visões e Mafalda nos 30, não entende mais nada!

“A natureza humana não é humana o bastante. As minhas ações visam à liberdade, sem dogmas nem fé, em favor de outros fins que o poder, a riqueza ou o puro prazer. O homem que age pensando somente nestes objetivos, não escolhe e não faz sua história, estaria apenas seguindo sua natureza, deixando de ser humano, e isso, é passividade de reflexão, que por sinal, diminui a ação, porque afeta a interrogação que o homem traz em si próprio e sobre si próprio, seguindo o que é determinado e não agindo com liberdade" -  Texto é borboletas em 2010


2010 foi o dezembro do rompimento que nunca se rompeu. O Mês começa com Regra 3 de Vinicius de Morais e segue para um poema de criar um  Dessassossego e outro de Tudo de uma vez no fim que além do amor, falo da minha prova de mestrado, mas tudo uma tristeza de dar !


2011 é bem parecido com 2012, mais marcantes foram meus cartões de natais de 2011 e 2012 - que faço com carinho para meu amigos. Foram anos sensatos, leia-se sem grandes aventuras amorosas, que até existiram sim! Mas, como aquela música do Chico: "... dou risada do grande amor...Mentira..." A verdade é que  vida profissional vai tomando espaços, e mesmo que tenham encontrado outro grande amor, "ando mudando de calçada." O importante nesses dois últimos anos, foram minha vida profissional e política - o que têm me feito muito feliz! Mas, nada como o outro dezembro para saber melhor! Que venha 2013.






Nenhum comentário:

Postar um comentário