segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Giro 65 em Caxias do Sul

Vamos conhecer o candidato a prefeito de Caixas Sul (RS), Assis de Melo, um comunista metalúrgico com amplo apoio da Juventude  


Gaúcho, nascido em 1962 na então localidade de Monte Alegre dos Campos, denominado 8º Distrito de Vacaria, casado com Auzilia, tem dois filhos – Uelton de17 anos e Kauana de 11.

A entrada de Assis na política teve início no chão da fábrica. O comunista metalúrgico, funcionário da Marcopolo, logo se tornou sindicalista e, pouco tempo depois, assumiu a presidência de uma das mais importantes entidades de sua categoria no país, o Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região, que representa cerca de 50 mil trabalhadores. Assis preside a entidade classista há três mandatos.

Profissional soldador-montador formou-se no ensino médio aos 43 anos. Aos 45, em 2008, foi eleito o vereador mais votado da história de Caxias do Sul pelo PCdoB, com 8.399 votos. Na eleição deste ano, tornou-se deputado federal, com 47.141

Parlamentar nasceu em família numerosa

Assis Melo nasceu em uma família de 10 irmãos em Monte Alegre dos Campos, sendo cinco homens e cinco mulheres. O parlamentar é o caçula dos homens e o único que enveredou para a política partidária, assegurando mandatos de vereador e agora de deputado federal eleito. Entretanto, uma de suas irmãs, Eremi, também é militante do movimento sindical, sendo filiada ao PCdoB.


Sentimento de justiça social desperta a consciência para ir à luta

Do interior de Vacaria, Assis foi à luta muito cedo e resolveu apostar a sorte em uma cidade maior, com mais oportunidades de emprego. O parlamentar chegou a Caxias no ano de 1978 e foi morar no Burgo, hoje bairro Jardelino Ramos. Em seguida, mudou-se para o bairro Cristo Redentor e, no início de 1980, passou a residir no bairro Fátima, onde reside até hoje.

Ao chegar em Caxias, em 1978, trabalhou na Madezatti. Depois, na Fras-le. Em 1985, momento de grandes movimentos grevistas, Assis, mesmo jovem, participou ativamente das paralisações e foi membro da Comissão de Negociação, tendo despertada a consciência para a necessidade da união de classe como garantia para os direitos dos trabalhadores.

Mais tarde, na Robertshow, atualmente Invensys, Assis liderou o movimento pela mudança do horário de trabalho.

Em 1986, foi admitido na Marcopolo, da qual é funcionário até os tempos atuais. Lá, liderou as grandes greves de 1989 e 1990 e foi o criador do Boletim Informativo dos funcionários, intitulado o "Tocha".

Em 1987, já tido como um líder entre os trabalhadores, passou a atuar na direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e Região. Foi vice-presidente em duas gestões e, em 2001, assumiu a presidência.

A atuação partidária começou em 1985, quando Assis filiou-se ao PCdoB. Hoje, faz parte da direção nacional do partido.

O esporte também faz parte das paixões de Assis de Melo, que já jogou basquete na equipe da Marcopolo. No bairro Fátima, Assis foi atleta e hoje é treinador do time do Hawaí, que já foi campeão do Campeonato Municipal na categoria time principal.




Nenhum comentário:

Postar um comentário